Game of Thrones: Carice van Houten fala sobre a revelação de Melisandre

Antes de qualquer coisa: Não leia esse post se ainda não assistiu ao primeiro episódio da sexta temporada de Game of Thrones, “The Red Woman”. Já assistiu? Então vamos lá.


Quando a gente pensa que sabe tudo – ou muita coisa – sobre um personagem de Game of Thrones, eles acabam morrendo ou revelam algo chocante. No caso de Melisandre (Carice van Houten), foi a segunda opção que aconteceu.

Melisandre, a Mulher Vermelha, já deu origem a um bebê-sombra e convenceu Stannis Baratheon a sacrificar sua filha. Neste episódio, ela foi revelada ser uma mulher muito velha e frágil. A revelação aconteceu bem no final do episódio, após Melisandre, cabisbaixa, remover sua roupa e seu colar poderoso, que aparentemente esconde sua verdadeira forma.

A revista People conversou com Carice van Houten e com os atores Liam Cunningham (Sir Davos) e Isaac Hempstead-Wright (Bran Stark), e eles falaram sobre esse momento, incluindo as horas que Carice ficou na sala de maquiagem para ganhar a aparência “velha” e o que podemos esperar da Mulher Vermelha daqui pra frente.

Carice estima que a verdadeira idade de Melisandre é algo entre 200 e 300 anos. Para a cena, além das horas de maquiagem, ela também usou uma dublê de corpo de 80 anos de idade. “Era uma mulher da Irlanda. Ela era muito doce”, falou Carice.

“Eu fiz seis horas de maquiagem. Não é apenas uma face que clam em você. Mas vale a pena por causa do resultado depois. Foi muito bom, foi como uma prática Zen para mim, eu gostei bastante”, falou. “Eu preciso de música. Não consigo fazer sem. Eu tenho gosto muito eclético, do jazz ao reggae ao rock indie, pop”.

Carice disse que ela fez a maquiagem de idosa apenas duas vezes, uma para teste e outra para filmar a cena. E nesta segunda vez ela assustou membros do elenco e equipe. “Eu estava no set um dia em meu trailer, e podia ouvir a voz de Carice do lado de fora”, relembra Isaac Hempstead Wright. “Eu podia ouvir sua voz, então disse, ‘Oh, oi, Carice’, e ela abriu a porta do trailer e eu respondi, ‘Aaah! Oh! Como vai você?’ Foi muito engraçado. Era muito bem feito”.

“Claro que Liam deve ter feito 20.000 piadas”, relembra Carice. Ela e Liam são amigos pessoais há anos. “Ele deve ter dito algo como, ‘Finalmente a vemos como ela realmente é! Ela realmente não precisa de maquiagem’, todas essas coisas. Ele deve ter dito milhares de coisas desse tipo. Ele é um bully muito engraçado”.

E Liam também comentou a cena. “Ela é maravilhosa de assistir e é uma mulher incrivelmente sexy. É uma mulher diferente. Porque naquela cena eu sei no minuto que a vejo que há alguma coisa. Ela está machucada. Ela é uma mulher diferente. Carice está diferente. O que vimos no final do primeiro episódio é tipo, ‘O quêêê?'”.

E o que Carice van Houten pensou sobre a cena assim que leu o roteiro?

“Oh, eu adorei. Eu realmente amei. Fiquei muito feliz quando li que eles iam revelar isso este ano. Eu não acho que muita gente previa isso. Porque é muito profundo de repente, e eu me sinto muito mais confortável interpretando ansiedade, medo, dúvida, saudade e coisas muito emocionais, do que ser tão segura e forte o tempo todo. E o fato dela ser tão velha faz tudo fazer sentido em retrospectiva. Por que ela iria dizer ‘isso é apenas mais uma morte’?

Porque ela tem uma visão geral em grande escala, uma morte não significa nada em comparação com o que estamos enfrentando e que poderia ser o fim do mundo. Isso faz da personagem imediatamente mais vulnerável e triste. Mas também mais sábia e ainda mais misteriosa. Para fazer uma mulher velha se olhar no espelho como uma mulher jovem e, em seguida, com sua verdadeira idade, isso é muito doloroso”.

Confira a crítica do episódio 6×01 – “The Red Woman”

“Você nunca mais vai olhar para ela da mesma forma pelo resto da série”, adiciona Liam Cunningham. “Ela não é essa pessoa que estamos vendo mais, ela é outra pessoa, e isso é extraordinário sobre a série. É brilhante”.

Carice disse ainda que a revelação ajuda a colocar em contexto a sua personagem fazendo Shireen ser sacrificada para potencialmente salvar Stannis e seu exército. A ideia de matar uma criança é trivial para Melisandre, pois ela já viveu tempo o suficiente para ver todas as idades morrerem em várias guerras. A Mulher Vermelha pensa em termos de salvar milhares, não um.

“É por isso que ela podia dizer, ‘Isso é apenas uma pequena guerra, é tudo relativo comparado à grande guerra que vamos enfrentar'”, explicou a atriz.