Diretor explica ausência de Matt Damon em Oito Mulheres e Um Segredo

Matt Damon, que participou da trilogia Onze Homens e Um Segredo, havia afirmado que participaria de Oito Mulheres e Um Segredo.




Gary Ross, responsável pela direção do reboot feminino, afirmou que a ausência do ator foi natural e que seu personagem acabou não se encaixando no filme. “Escolher as participações especiais é um processo eclético e que envolve pensar em como se vai se encaixar na história e ajuda na narrativa”, contou o diretor.

Ross também contou que houve cenas filmadas após ter considerado que tinha finalizado o longa. “Houve muita gente que foi graciosa conosco e que por motivos narrativos ou de edição não aparecem no filme. Filmamos por mais 10 dias após as filmagens principais terminarem, então há muito material. O que define o que entra ou não tem a ver com a narrativa”, explicou.

Matt Damon se envolveu em polêmicas e foi alvo de petições por causa das acusações de ter acobertado crimes de Harvey Weinstein. Ele e Russell Crowe teriam tentado fazer uma matéria de acusações contra Weinstein não ganhar as páginas do The New York Times em 2004. O ator nega.

O ator também causou polêmica ao afirmar que há categorias de assédio ou abuso do pior ao “menos pior”. Pouco depois, ele se desculpou pela declaração. “Espero ser parte dessa mudança e quero acompanhar essa trajetória, mas devo fechar minha boca por enquanto”, disse o ator.