[Crítica] Girls: 5×01 – Wedding Day

[Crítica] Girls: 5x01 - Wedding Day
O primeiro episódio da quinta temporada de Girls mostrou Marnie Michael (Allison Williams) em seu dia de casamento com Desi (Ebon Moss-Bachrach). E ela continua sendo controladora e neurótica. Na verdade, todas elas continuam basicamente iguais.

Hannah (Lena Dunham), por exemplo, continua egocêntrica como antes, como quando diz que Marnie vai se casar com alguém que “ela mal conhece”. Fran (Jake Lacy) pergunta: “Ela mal o conhece?” E Hannah responde: “Não, eu mal o conheço, você nem está ouvindo o que estou falando”.
O ex-namorado de Hannah, Adam (Adam Driver) parece meio deslocado na história, mas logo o seu lugar “aparece”. Mesmo assim ele rende boas cenas, desajeitado nas situações, com uma conversa desconfortável com o novo namorado de Hannah. Entre os convidados, também há o ex-namorado gay de Hannah, Elijah (Andrew Rannells) e Ray (Alex Karpovsky).

E muita coisa aconteceu nesse casamento. Adam beijou Jessa (achei meio forçado até agora) e Hannah se irritou controla Marnie controladora e sua “visão de casamento”. Desi tenta se suicidar num lago próximo, gritando “Eu não a mereço!”. Mas Ray acaba o salvando. “O amor é sacrifício e destino”, diz ele, num grande ato, já que é apaixonado por Marnie e seu personagem sempre foi sarcástico e distante. Também descobrimos que Desi já noivou oito vezes. Será que Marnie sabe sobre isso?
Hannah fica sabendo e resolve contar para a amiga. Mas quando vai dar a notícia, Marnie fala sobre a relação das duas se desintegrou ao longo dos anos, sobre Hannah não ter mais interesse em sua vida e silenciosamente julgar suas escolhas. Então Hannah pede desculpas e concorda com a amiga… E não conta mais sobre o que descobriu.

O episódio também teve momentos divertidos, como Marnie negociando com a maquiadora a sua maquiagem para o grande dia. “Vamos fazer, tipo, algo Ralph Lauren e Joni Mitchell – artístico mas também com um aceno de cabeça para a minha herança cultural, que é mulher cristã branca”. 
Outro ótimo momento foi o comentário de Ray sobre a troca de palavras desajeitada entre Fran e Adam: “Essa conversa soa como a p-rra de um poema de E.E. Cummings”. E Marnie falando que o tema do seu casamento é inspirado por um vídeo de Edward Sharpe. Seria esse?
Nota: 4/5